30 de abr de 2013

Biquini Cavadão na festa do trabalhador em Santarém

Em comemoração ao Dia do Trabalhador, acontece hoje (30) na orla da cidade, o show da banda Biquini Cavadão promovido pelo Sesc Pará com apoio da TV Ponta Negra , Prefeitura de Santarém através da Secretaria de Cultura de Santarém, com previsão de iniciar às 21h.

O evento que terá palco exclusivo para a banda nacional formada por Bruno Gouveia (Vocal), Miguel Flores (Tecladista e Vocal), Carlos Coelho (Guitarra) Álvaro Birita (Bateria), tecnicamente não existe baixista, mas convidados para compor as apresentações da banda, entre esses, Marcelo Magal na função de baixista (ex-Rodox). 

Portanto, antes da explosão nacional terá os “Pré-shows” de DJ’s locais, Dj Abadá, Murilo e Renato, além do show pirotécnico para saudar a entrada do dia 1º de Maio.

Será o segunda apresentação na cidade, a primeira visita do Biquini foi no Festival do Sairé em 2007. Porém, a banda já esteve em cidades próximas se apresentando, o mais recente é o Festribal no ano de 2011 em Juruti.

Mais de 600 cidades já viram os 1900 shows realizados pela banda desde o seu surgimento. Neste ano, é previsto eles chegarem ao show de nº 2000. O Biquíni é hoje uma banda contemporânea hiper-representativa do pop e rock brasileiro, antenada com as novas tecnologias e querida de norte a sul do país. Um grupo que acompanhou todas as décadas sem ficarem perdidos no tempo, orgulhosos do seu passado, mas atentos ao futuro.

Decididos em lançar músicas pela internet ao invés de gravar um novo disco em 2009 foram registrando canções e ganhando novos fãs a cada nova composição, gerando então, o último CD do grupo,  chamado “ Roda-Gigante” chegando no mercado em 2013 em dois formatos: CD e Pen-Drive NEO, uma proposta revolucionária na forma de se ouvir música cujo mesmo em entrevista por telefone com Bruno Gouveia para a Tv Ponta Negra, terá grande destaque na noite de hoje. 
 
Capa do novo Cd
“Entre Beijos e Mais Beijos” (Sugiro ver videoclipe) é o ponto de partida para a roda-gigante de o Biquini Cavadão dar mais uma volta pelo país e pelo mundo. Como diriam os versos de Vento Ventania: Me leve sem destino! E me leve para esse show que promete marcar o Dia do Trabalhador e agitar a cena rock de Santarém.

Vamos curtir um rock nacional? \o/



Texto e Edição: Andriene Moura
Fonte de apoio: Site Biquini Cavadão

29 de abr de 2013

Foto da Semana


Inauguro hoje (29) mais um quadro do blog, cujo nome é “Foto da Semana”. O objetivo do quadro é possibilitar a exposição de fotos marcantes do cenário rock de Santarém.

Algumas com um significado especial e outras apenas por fazer parte da história do rock santareno, tanto de shows como ensaios de bandas e afins.

A primeira apresentada é bem recente, faz parte do 1º Rock Poeta realizado no dia 16 de setembro do ano passado no Coqueiros Entretenimento, um dos primeiros eventos da cena underground naquele local.


A foto mostra punks prestigiando o som da Banda Hipnoze, algo não muito raro, pois os punks são um público fiel quando trata-se de bandas que tocam o repertório que lhes agradam, assim como nos show da Hipnoze presenciamos o mesmo público em shows das bandas Los Madruga e Grito Anarko.


Aguarde a próxima foto da semana.


Uma imagem, uma história, uma lembrança.


Matérias relacionadas ao evento:




Texto, Edição e Foto: Andriene Moura

26 de abr de 2013

Agenda Underground


26/04 - Viradão Cultural – Los Madruga e Little Beach no Campus Rondon às 21h;

26/04 - Banda Savana no El Mexicano às 22h30;

26/04 - Banda Black Power (Pop Rock) no Coqueiros às 22h00;

27/04 - Gregos e Troianos no Mariscada às 22h.



Texto e Edição: Andriene Moura

Bandas de rock agitam viradão cultural da Ufopa


Já é nessa sexta-feira (26) que vai rolar o III Viradão Cultural. Evento tradicional promovido pelo DCE, que tem o intuito de promover a confraternização assim como a integração dos estudantes. E é um espaço aberto para intervenção da coletividade, portanto convidamos toda a galera que tem o desejo de se divertir, de expor sua poesia, sua música para participar. Além de Djs e outras apresentações culturais o evento contará com o som das bandas de rock Los Madruga (Punk) e Little Beach (Indie) que já está confirmadíssimo.

Pela primeira vez a banda de Punk se apresenta num viradão cultural promovido pelo DCE da Ufopa, já a Little já se apresentaram antes. Vai ser sussa! o/

Los Madrugas (Punk rock)
Little Beach (Indie Rock)

Atrações: 

DJ Ras Preto (reggae)
DJ Chefe Pedras (reggae) 
Dj Mazzile (musica eletrônica, pedras do brega)
Dj Paula Fernanda (Funk e Sertanejo)
Mestre Cesar Criolo(Ritmos populares))
Los Madrugas (punk rock)
Little Beach (Indie Rock)


O ESPAÇO É ABERTO. CONVIDAMOS A TODOS AS /OS ARTISTAS DA UNIVERSIDADE QUE ESTIVEREM A FIM DE MOSTRAR SEU TALENTO.

Mais informações na Page do evento:



Serviço: Viradão Cultural da Ufopa
Data: 26.04.13
Local: Campus Rondon 
Horário: 21h00
Entrada: Gratuita



Texto : Via Page oficial do evento

Fonte: Cristiano (Los Madruga)

25 de abr de 2013

Projeto de Crossover busca guitarrista




Integrantes de um Projeto de Crossover estão na busca de um guitarrista.

Com o objetivo de consolidar esse projeto, o novo imposto nessa função irá mandar sons como, Calibre 12, Oitão, Ratos de Porão, Deliquentes e variantes.

O projeto está mantido em "segredo” por enquanto, por isso quem se interessar entrar em contato comigo pelo facebook ou pela página do blog pela mesma rede social.


Texto e Edição: Andriene Moura

23 de abr de 2013

Resenha da Coletânea "Fúria Santarena – 1º Ataque”



Em agosto de 2012, o Movimento Rock Santareno orgulhosamente lançou a Coletânea “Fúria Santarena – 1º Ataque”, gravada no dia 07 de julho do mesmo ano no Studio Sky Music.

Idealizada por Everson Raylan e Rodrigo Campos, a Coletânea contou com o apoio da Prefeitura de Santarém, Brasil Diesel e Tribus Urbanas visando divulgar, motivar e, principalmente, impulsionar a cena local, com Pré-lançamento realizado no dia 04.08.2012 e Lançamento oficial em 18.08.12.

Nesta edição, tivemos a oportunidade de conhecer algumas músicas das bandas: Estado Terminal, Grito Anarko, Decaptor, Los Madruga, Snuff e Industrial Blame.

Estado Terminal
  Com sonoridade hardcore/crossover thrash e possuindo influências no Hardcore Punk, Grind e Thrash Metal, a Estado Terminal tem a proposta de fazer crescer a cena do Underground santareno, com letras politizadas, som agressivo e críticas sociais em defesa da Amazônia. Formada na época da gravação por Raylan (baixo e vocal), Felipe (bateria) e Aurisson (guitarra). As músicas inseridas na Coletânea foram: Herdeiro do Anticristo e Morador de Rua
 
Decaptor
Após algumas mudanças na formação ao longo de sua trajetória, a Decaptor possuía em sua composição na gravação da Coletânea: Ravengar (guitarra), Rodrigo (vocal-guitarra), Salustiel (baixo) e Vander (bateria), sendo que, atualmente, a banda está com outra formação. Formada em julho de 2007, a Decaptor começou fazendo covers de Sepultura, In Hell, Flashover, Slayer, Death, Massacre e outras, incluindo também músicas autorais no repertório. As canções inseridas na Coletânea foram: Insane Dream e Acrossing the Valley of Death
 
Grito Anarko
Com o intuito de mandar um punk rock protestante e agressivo nas letras e atitudes, a Grito Anarko (que significa grito de liberdade e igualdade) foi formada no dia 14 de julho de 2011 e, na época da gravação da Coletânea, possuía a seguinte formação: Digão (guitarra-vocal), Kaveira (baixo-vocal) e Bozo (bateria-berro) sendo que, atualmente, a banda encontra-se com outros integrantes. As músicas inseridas na Coletânea foram: Brasil, país rico e pobre e África.

SNUFF
A Snuff possui em sua formação atual e original: Salustiel Rodrigues (baixo-vocal), Matheus Souza (guitarra) e Marcos Fortunato (bateria), tendo como objetivo principal resgatar um Thrash Metal Old School com agressividade e muito peso, na linha de bandas como: Exodus, Sodom, Kreator, Violator, Bywar, entre outras, conseguindo ultrapassar as fronteiras mocorongas fazendo com que suas músicas sejam ouvidas pelo público hermano e do mundo todo. Músicas inseridas na Coletânea são: God of Damned e Abomination.
Los Madruga
Através da grande admiração por Don Ramon (Seu Madruga) do seriado Chaves, surgiu, em meados de 2008, a banda mais prostituta de SantaCity: a Los Madruga, com o intuito de tocar covers do Punk Rock Clássico dos anos 70. A banda possue a seguinte formação: Cristiano (vocal), Wagner (guitarra solo), Biño (baixo), Neto (guitarra base) e Luandro (bateria). Músicas inseridas na Coletânea: Sem rumo e sem direção e A legião dos mortos vivos.
Industrial Blame
De uma fusão caótica do Punk Rock, Hardcore e Rock’N Roll, com grave inclinação ao D-Beat e Crust HC Sueco, surge em 2005 a Industrial Blame. Inicialmente a banda contava com Cássio no vocal, Luandro na bateria e Alex Bryan no baixo e Kauê (Bleeding Inside/Benaked) na guitarra que, atualmente, tem a seguinte formação: Luandro (bateria), Cássio Roadkill (baixo-vocal) e Alex Bryan (guitarra). Músicas inseridas na Coletânea: A dog ate my face e The King (bonecrusher).

Após 08 meses do lançamento da Coletânea, a divulgação e tolerância quanto aos eventos de Rock da cidade aumentaram. Todo esse trabalho serviu para mostrar à galera do movimento e à sociedade em geral que, com união e esforço de todos, puderam fortalecer ainda mais a cena, fazendo com que as bandas amadureçam e tenham a oportunidade de constatar que podem fazer o Rock acontecer em cada riff tocado e de mostrar seus trabalhos ao público insaciável! Que venham os próximos “Ataques”!

-------------------------------------------------------------------------

Nayane Costa, Acadêmica de Direito e apreciadora do bom e velho rock n' roll

Fotos: Andriene Moura