23 de abr de 2013

Resenha da Coletânea "Fúria Santarena – 1º Ataque”



Em agosto de 2012, o Movimento Rock Santareno orgulhosamente lançou a Coletânea “Fúria Santarena – 1º Ataque”, gravada no dia 07 de julho do mesmo ano no Studio Sky Music.

Idealizada por Everson Raylan e Rodrigo Campos, a Coletânea contou com o apoio da Prefeitura de Santarém, Brasil Diesel e Tribus Urbanas visando divulgar, motivar e, principalmente, impulsionar a cena local, com Pré-lançamento realizado no dia 04.08.2012 e Lançamento oficial em 18.08.12.

Nesta edição, tivemos a oportunidade de conhecer algumas músicas das bandas: Estado Terminal, Grito Anarko, Decaptor, Los Madruga, Snuff e Industrial Blame.

Estado Terminal
  Com sonoridade hardcore/crossover thrash e possuindo influências no Hardcore Punk, Grind e Thrash Metal, a Estado Terminal tem a proposta de fazer crescer a cena do Underground santareno, com letras politizadas, som agressivo e críticas sociais em defesa da Amazônia. Formada na época da gravação por Raylan (baixo e vocal), Felipe (bateria) e Aurisson (guitarra). As músicas inseridas na Coletânea foram: Herdeiro do Anticristo e Morador de Rua
 
Decaptor
Após algumas mudanças na formação ao longo de sua trajetória, a Decaptor possuía em sua composição na gravação da Coletânea: Ravengar (guitarra), Rodrigo (vocal-guitarra), Salustiel (baixo) e Vander (bateria), sendo que, atualmente, a banda está com outra formação. Formada em julho de 2007, a Decaptor começou fazendo covers de Sepultura, In Hell, Flashover, Slayer, Death, Massacre e outras, incluindo também músicas autorais no repertório. As canções inseridas na Coletânea foram: Insane Dream e Acrossing the Valley of Death
 
Grito Anarko
Com o intuito de mandar um punk rock protestante e agressivo nas letras e atitudes, a Grito Anarko (que significa grito de liberdade e igualdade) foi formada no dia 14 de julho de 2011 e, na época da gravação da Coletânea, possuía a seguinte formação: Digão (guitarra-vocal), Kaveira (baixo-vocal) e Bozo (bateria-berro) sendo que, atualmente, a banda encontra-se com outros integrantes. As músicas inseridas na Coletânea foram: Brasil, país rico e pobre e África.

SNUFF
A Snuff possui em sua formação atual e original: Salustiel Rodrigues (baixo-vocal), Matheus Souza (guitarra) e Marcos Fortunato (bateria), tendo como objetivo principal resgatar um Thrash Metal Old School com agressividade e muito peso, na linha de bandas como: Exodus, Sodom, Kreator, Violator, Bywar, entre outras, conseguindo ultrapassar as fronteiras mocorongas fazendo com que suas músicas sejam ouvidas pelo público hermano e do mundo todo. Músicas inseridas na Coletânea são: God of Damned e Abomination.
Los Madruga
Através da grande admiração por Don Ramon (Seu Madruga) do seriado Chaves, surgiu, em meados de 2008, a banda mais prostituta de SantaCity: a Los Madruga, com o intuito de tocar covers do Punk Rock Clássico dos anos 70. A banda possue a seguinte formação: Cristiano (vocal), Wagner (guitarra solo), Biño (baixo), Neto (guitarra base) e Luandro (bateria). Músicas inseridas na Coletânea: Sem rumo e sem direção e A legião dos mortos vivos.
Industrial Blame
De uma fusão caótica do Punk Rock, Hardcore e Rock’N Roll, com grave inclinação ao D-Beat e Crust HC Sueco, surge em 2005 a Industrial Blame. Inicialmente a banda contava com Cássio no vocal, Luandro na bateria e Alex Bryan no baixo e Kauê (Bleeding Inside/Benaked) na guitarra que, atualmente, tem a seguinte formação: Luandro (bateria), Cássio Roadkill (baixo-vocal) e Alex Bryan (guitarra). Músicas inseridas na Coletânea: A dog ate my face e The King (bonecrusher).

Após 08 meses do lançamento da Coletânea, a divulgação e tolerância quanto aos eventos de Rock da cidade aumentaram. Todo esse trabalho serviu para mostrar à galera do movimento e à sociedade em geral que, com união e esforço de todos, puderam fortalecer ainda mais a cena, fazendo com que as bandas amadureçam e tenham a oportunidade de constatar que podem fazer o Rock acontecer em cada riff tocado e de mostrar seus trabalhos ao público insaciável! Que venham os próximos “Ataques”!

-------------------------------------------------------------------------

Nayane Costa, Acadêmica de Direito e apreciadora do bom e velho rock n' roll

Fotos: Andriene Moura

2 comentários:

Anônimo disse...

massa rock impera em todo territorio nascional gostaria de receber acoletania furia santarena para divulgar aqui na ninha cidade demerval lobao piaui mande para mim
no ende rua; frei conrado n;63 bairro mutirao cep64.390.000 para ze julio (pi)

Diene Moura disse...

Opa! Deixei seu facebook também para entrarmos em contato direto.

Postar um comentário